Cogeração

A cogeração é a produção simultânea de duas ou mais formas de energia a partir de um único combustível. O processo mais comum é a produção de eletricidade e energia térmica (calor ou frio) a partir do gás natural ou biomassa. Os sistemas também podem produzir gás carbônico e água destilada.

Uma das principais vantagens desse sistema é a alta eficiência energética. No caso do gás natural, o aproveitamento pode ser superior a 85%. Além disso, por serem instaladas nas proximidades do centro de consumo, as centrais de cogeração também melhoram a qualidade da energia e reduzem os gastos com transmissão e distribuição, além de proteger contra eventuais restrições ao fornecimento de energia elétrica via rede de distribuição.

Apesar desses benefícios, o gás ainda é muito pouco usado em sistemas desse tipo no país. Atualmente existem 30 projetos com cogeração qualificada* a gás natural em operação no país, que somam 607,18 MW de potência instalada (1). Tratam-se de edifícios comerciais (supermercados, aeroportos, hotéis, prédios de escritórios e shoppings) e fábricas de papel, produtos químicos e bebidas.

*São classificados dessa maneira os projetos que atendem aos aspectos de racionalidade energética definidos na Resolução Normativa Aneel n. 235, de 2006.

(1) Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Banco de Informações de Geração - Termelétricas com Cogeracão Qualificada. Outubro, 2010.